• Maria Antônia Nery

Veganismo e vegetarianismo entram no mundo da moda e cosméticos


Selo do Certificado de Produto Vegano. Foto:https://www.selovegano.com.br/

Não é de hoje que as novas gerações têm compartilhado seu amor por animais com toda a sociedade, que acabou gostando da ideia, e hoje é difícil encontrar alguma família sem um pet. Mas, não é só com aqueles que estamos acostumados a ter dentro de casa que ganharam espaço e atenção das pessoas, animais de grande porte como bovinos, equinos e suínos por exemplo.


Movimentos como vegetarianismo e veganismo cresceram nos últimos tempos, e tais práticas, estão se tornando cada vez mais comuns, fazendo com que a sociedade passe a se adaptar e incluí-los em seu meio.

Para entender melhor, o vegetarianismo se trata da prática de não comer carne de qualquer tipo de animal, e o veganismo trata-se de não consumir nenhum produto de origem animal (como ovos e leite, ou produtos que são testados em animais, como alguns cosméticos).


Padarias, docerias, restaurantes.... A maioria agora possui uma ou mais opções de produtos veganos e vegetarianos em seus cardápios, até mesmo grandes cadeias de fast food, como o McDonalds que passou a vender saladas. Criar essa abrangência de opções permite uma variação de público, além de criar uma boa imagem para os consumidores que já possui e, para aqueles que procura conquistar. Além disso, essas opções podem também ser mais saudáveis.


Muitas marcas estão se adaptando para adotar essas novas práticas também conhecidas como "cruelty free", ou seja, que não testa em animais, um exemplo famoso é a Jeffree Star Cosmetics, marca de maquiagens que é totalmente vegana e sem crueldade, assim como Kat Von D, uma das pioneiras no ramo.


Já na moda, os passos ainda são pequenos, considerando que muitas grifes são adeptas ao uso de peles, mas marcas como Versace e Gucci já aboliram as peles de animais em suas coleções. Stella McCartney, por outro lado, sempre foi uma grife que se define como vegetariana, e provou que é possível ter sucesso sem causar prejuízo. A Ahimsa, produtora de calçados brasileira, é totalmente vegana e segue no mesmo caminho de sucesso e inovação de McCartney.


Para ficar atento, as marcas que aderem a estes movimentos geralmente recebem um certificado e seus produtos possuem um selo específico, que comprova a veracidade da informação. No Brasil, se tem aquele que é dado pela Sociedade Vegetariana Brasileira para aqueles que forem registrados e comprovados, além de marcas também usarem o selo da PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), organização conhecida mundialmente.

32 visualizações