FREEDOM TO DARE

A moda é parte do dia a dia. Se expressar pelas roupas se tornou uma das maiores formas de comunicação em nossa sociedade, e as novas gerações procuram cada vez mais encontrar o seu nicho, a sua galera.

Denieli. Foto por Marlon Peres.

Ter um estilo próprio, inovar e criar, é uma das características dos jovens, que cada vez mais procuram e constroem suas próprias identidades, e com a liberdade que a moda proporciona para cada um, as possibilidades são infinitas.


Foi pensando na sua própria individualidade e coragem para ser quem é, que Denieli Broilo, publicitária de Farroupilha, fundou a sua própria marca que traz peças básicas, mas não tanto, e que virou uma febre entre as jovens caxienses. Confira a história da Freedom To Dare!


E: Quando a Freedom To Dare nasceu?

D: Tudo começou em 2015, mas acredito que um ano depois, em 2016, foi quando ela realmente virou marca, teve seu @ no Instagram e começou a assinar as peças que eu criava.


E: Qual foi a motivação e a ideia por trás da criação da marca?

D: Eu amo contar a história da ftd: ela não nasceu sendo marca, ela se tornou marca. Antigamente eu criava peças pra mim. Sempre fui muito ligada em moda e estilo, mas nunca tive coragem de traduzir esse interesse para o meu dia a dia, enfim, procurei algumas “camisetas da moda” naquela época e pedi pra minha mãe (que trabalha até hoje numa empresa têxtil) pra cortar e costurar as peças, também desenvolvi algumas estampas pra elas, eram 4 camisetas. Naturalmente fui gostando dessa criação e as pessoas do meu convívio foram se interessando pelas peças, em um certo momento, a empresa que produzia pra mim já não atendia minha “criatividade”, e isso me deu um estalo pra tornar a ftd marca, entender todo processo que isso envolveria e trabalhar a venda online.


A ideia da ftd é trazer tudo que é legal do Pinterest e que tu não vai encontrar em outras marcas por aqui, não no mesmo tempo. Sempre foi um risco trabalhar com ideias que as pessoas não estão acostumadas, e algumas vendo pela primeira vez, mas é gratificante ver a aposta da galera e a ousadia querer fazer parte desse mundo.


E: A equipe da FTD é composta por quantas pessoas?

D: Apenas duas, pasme! Hoje eu assumo as principais “responsabilidades” da marca, e minha irmã Bruna, fica com a parte de atendimento ao cliente e controle de estoque.


E: Qual foi o seu maior orgulho com a FTD até agora?

D: Não sei dizer, ou melhor, não me vem nada em mente que seja um momento especifico. Todos os dias acontecem situações que me enchem de orgulho e me motivam a ser melhor como designer e profissional num todo.


E: Por que o nome Freedom To Dare?

D: Quando a ftd virou marca eu quis trazer tudo de mim, já que a motivação dela foi meu gosto pessoal. A ideia do “liberdade para ousar” é que nada seria limitado, hoje nossas peças são básicas, para todos corpos, gêneros e idades, somos livres para ousar, podemos criar o que quisermos.


E: O que podemos aguardar da FTD nos próximos meses? Haverá nova coleção?

D: Eu estou real muito animada para o inverno. Sempre focamos em peças de verão, e era uma loucura, acabávamos perdendo o timing do frio, mas esse ano vai ser diferente. Criem altas expectativas, pois elas serão atendidas!


E: Quais os favoritos dos consumidores da FTD? Tanto em cor quanto em peça.

D: Acho que a ftd realmente bombou quando trouxe o top faixa antes de outras marcas lançarem no mercado, pode apostar que a maioria das clientes da ftd possuem todas as cores dele. Nosso foco sempre foi o básico tanto em peças quanto em cores, e nossas clientes são super adeptas ao branco e preto, salvando o rosa neon no auge do verão. Além do top faixa, nosso moletom cropped arrasou corações (e ainda vai arrasar muito pois é uma das peças que volta renovada pro inverno).

Foto por Marlon Peres.

Se você quer conhecer um pouco mais da Freedom To Dare e dar uma olhada nos produtos delas, siga no Instagram https://www.instagram.com/freedomtodare/ e inspire-se. Seja livre para ousar!

76 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo