SEMANA DA HAUTE COUTURE

Todos os anos, no final de janeiro, ocorrem desfiles em Paris que irão ditar a moda no ano. Dentre estes, estão os de haute couture (ou, alta-costura). Entenda as principais diferenças das passarelas, as quais estamos acostumados, das haute couture.

Foto/Reprodução Instagram https://www.instagram.com/chanelofficial/

1- Para ser considerado haute-couture, um dos requisitos necessários é ter um ateliê em Paris, no conhecido Triângulo de Ouro, e ser reconhecido pela Chambre Syndicale de la Couture. Geralmente, os participantes são conhecidos como "casas";


2- A casa precisa apresentar dois desfiles anuais, com peças exclusivas, feitas sob medida e a mão. As coleções não são assinadas por estilistas, mas sim por costureiros;


3- Há um número mínimo de 25 peças a serem apresentadas, e apesar de serem majoritariamente femininas, não há nenhuma regra que dite o gênero. Algumas casas seguem uma tradição de finalizar com um vestido de noiva;


4- O prédio onde a casa reside precisa ser da própria, tendo loja no térreo e sala para atender clientes exclusivas, que não assistem aos desfiles (como mulheres de sheiks, por exemplo);


5- No mínimo 15 pessoas tem de estar trabalhando no ateliê, e as peças devem ser provadas até três vezes no corpo da cliente. Os tecidos também são mais luxuosos;


6- Cada casa precisa ter, ao menos, um perfume em seu catálogo.


A haute couture além de ser exclusiva, é extremamente cara, por isso suas peças artesanais atraem colecionadoras do mundo todo.

52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo