• Maria Antônia Nery

LAR DOCE LAR E O DESIGNER AO SEU LADO

A decoração, certamente, cria um clima diferente. podendo torná-lo aconchegante, passar a impressão de ser mais sério, e até mesmo refletir a personalidade de quem vive ou trabalha ali.

Foto/Reprodução Instagram https://www.instagram.com/pamelaminella/

Com as redes sociais, pequenos detalhes passaram a influenciar muitas pessoas. Famosos lançaram tendências com objetos de suas casas, principalmente, após virar uma nova forma de conteúdo, a abertura desses locais, que antes eram inacessíves. O contraste entre a decoração luxuosa de Kris Jenner e a minimalista de Kim Kardashian, são um dos maiores exemplos, mostrados no reality Keeping Up With The Kardashians.


Com isso, abriram-se portas para pessoas apaixonadas na área poderem falar e dar suas dicas. Esse é o caso da Pâmela Minella, de 27 anos. Formada em Design de Produto e Design Gráfico pela UCS, hoje a jovem possui um canal no YouTube com mais de 93 mil inscritos. Seus vídeos variam entre dicas para cômodos, móveis, apontar erros que fazem você perder espaço ou coisas que não são funcionais, sempre de forma simples e bem exemplificada! E além disso, Pâmela também presta consultoria para quem quer mudar o interior de seus lares.


Confere essa entrevista exclusiva que ela deu pra gente!

Ambiente decorado por Pâmela. Foto/Reprodução Instagram https://www.instagram.com/pamelaminella/

E: Como foi a trajetória até chegar onde está hoje?

P: Bom, acho que estou aqui para mostrar que nada na minha vida seguiu uma linha reta. Hoje, quando vejo o meu trabalho, penso que eu só poderia estar fazendo isso, mas lá atrás eu não tinha noção, e tudo bem, faz parte do amadurecimento.


Comecei com um estágio de arquitetura na época do ensino médio que, sinceramente, só me assustou com aquele tanto de cálculos e números. Então, na hora da escolha da faculdade, optei por design. Naquela época, na minha cidade, não tive acesso ao curso de design de interiores. Então, cursei design gráfico e de produto, o que mais pra frente, se encaixou perfeitamente, mas já chegaremos lá.


Ainda na época de faculdade, eu trabalhei com projetos de móveis planejados. Eu amava fazer projetos, mas não me sentia tão bem fazendo as vendas. Hoje, vejo que isso foi uma base, tanto para atender clientes na consultoria, como aprender mais sobre como mobiliar ambientes.


E você pode até achar que estava indo tudo bem, mas não tenho medo de mudanças. Então, resolvi trabalhar com design gráfico. Fui de estagiária a diretora de arte, em pouco tempo. Mas sentia que ainda não era isso, sabe? Claro, esse trabalho foi muito importante para me fazer entender mais sobre identidade visual, comunicação, redes sociais e etc. De todo lugar que passei, consigo enxergar a importância que teve para eu chegar onde estou.


Mas, e quem sabe juntar isso tudo num só lugar? E aí, o canal no Youtube nasceu. Um lugar que era para dividir o que eu tinha aprendido na época de projetos de planejados e que me reinventou mais uma vez. Na parte de conteúdo, o foco eram dicas rápidas de móveis planejados, que em pouco tempo, viraram dicas de decoração. Tive que estudar decoração por conta mesmo, para que eu pudesse atingir as expectativas da audiência. E, nos bastidores, eu exercitava o que aprendi em design gráfico, como edição de vídeos e identidade visual.


E: De onde surgiu a ideia de criar um canal no youtube?

P: Eu sempre gostei de me comunicar, conversar e dividir histórias. A ideia veio em contar o que eu sabia para que outras pessoas tivessem acesso à informação e pudessem decorar seus lares. Meu namorado, Estêvan, nesse meio tempo teve dois canais no Youtube, e ambos funcionaram muito bem. Logo pensei, que se ele conseguia dividir o conhecimento dele com outras pessoas, eu poderia fazer isso também.


E: O que você mais gosta na profissão?

P: Quando penso na minha profissão, não consigo me encaixar apenas em uma. Sou designer de produto e gráfico por formação, também sou criadora de conteúdo para canal do Youtube, Instagram e grupo do Facebook. E, recentemente, iniciei com as consultorias online, o que é um resgate à minha época de projetista de móveis, porém agora com foco em conversar com as pessoas para solucionar seus problemas na decoração. De cada uma das profissões eu vejo coisas maravilhosas, mas tem algo que todas elas têm em comum, que é poder ajudar pessoas. E esse é o meu propósito, ajudar pessoas a decorar do zero suas casas.


E: Com o que você mais gosta de trabalhar na área?

P: Eu amo gravar os vídeos, conversar por horas com a câmera é como uma terapia. Sinto como se tivesse conversando com amigos, hoje é algo muito natural. E receber nas consultorias pessoas que me acompanham nas redes sociais é uma experiência muito enriquecedora. São pessoas que já se identificam com as coisas que eu gosto, e muitos já começaram a aplicar as minhas dicas nos ambientes, ver isso é muito gratificante.


E: Qual o seu cômodo favorito de decorar ou fazer conteúdo sobre?

P: Essa é difícil! Eu gosto das particularidades de cada ambiente. Entender as funções que serão aplicadas ali e, como encaixar com espaço disponível. Os gostos das pessoas, é muito divertido. Se eu puder escolher um ambiente, acho que ficaria com sala de estar, pois hoje em dia virou um espaço multifuncional, é cantinho para ver filmes, receber amigos e família, home office, em alguns casos é integrada com sala de jantar e cozinha. É um ambiente cheio de possibilidades.


E: Você tem preferência por algum estilo na decoração?

P: Eu não sou presa a um estilo da decoração. Acredito que a mistura de estilos traz uma identidade única para a casa. Quando entramos em uma casa e sentimos que ali é um lar de verdade, geralmente vem de uma misturinha de estilos que revela os gostos e personalidade do morador. Alguns estilos que adoro: industrial, contemporâneo e escandinavo.


E: Como você acha que será o futuro do design de interiores?

P: É difícil prever algo considerando esses tempos de pandemia. O que posso falar é da minha experiência com a consultoria de decoração. Não sei se já era uma tendência, ou se as pessoas, por estarem mais em casa, passaram a reparar em coisas para melhorar em seus lares. Mas existe uma grande procura pela consultoria online de decoração nesse período. Profissionais que estiverem abertos a atender pessoas à distância, vão encontrar clientes curiosos e cheios de vontade de mudar suas casas.


E: É possível decorar de forma sustentável?

P: Sim, inclusive essa é uma questão muito importante na hora de decorar um ambiente. Em muitos casos, reformas de móveis como pintura, ou até mesmo envelopamento, já renovam aquele móvel sem ter que comprar um item novo.


Existe o mercado de briks e garimpos, o qual eu sou apaixonada, pois encontramos móveis de muita qualidade com um preço baixo. De um tempo para cá, o DIY - faça você mesmo, tem ganhado muitos adeptos, pois através de matéria prima barata e, em alguns casos, até reciclada, ou de reuso, você consegue criar novos móveis. Um exemplo vem dos pallets, que vemos com frequência no lixos e, que podem virar base para sofá e mesa de centro, por exemplo.


E: Quais as combinações de cores que você mais gosta de utilizar?

P: Eu adoro cores neutras e claras. Tons como branco, cinza e amadeirados são meus queridinhos. Sou muito a favor de cores claras no ambiente para que tenhamos aquela sensação de ambiente amplo. O toque de amadeirado traz aconchego no ambiente, muitas vezes quebrando a frieza de tons como branco e cinza. E se for para trazer toque de cor, o azul é uma cor coringa e difícil de enjoar. Mas isso não é regra para todos, inclusive, não existe regra na decoração, cada pessoa tem que avaliar as cores existentes no ambiente e aliar com cores que se identifique.


E: Por que você escolheu esta área?

P: A decoração sempre veio de forma natural para mim. Eu cresci em Bento Gonçalves, maior pólo moveleiro do Brasil, adorava visitar as feiras de móveis. A nossa mente viaja em ambientes assim, nos mostram ideias e soluções que a gente nem sabia que era possível. E como cursei design de produto, os móveis sempre foram presentes em meus projetos.


E: Que tipo de estudo você faz antes de realizar uma consultoria?

P: A primeira etapa é conhecer as necessidades do cliente e o ambiente que ele quer transformar. E outro ponto importante é entender do que aquela pessoa gosta, como cores e estilos da decoração.


E: Qual o seu móvel ou objeto favorito para utilizar na decoração?

P: Cada móvel tem uma função para executar no ambiente. Se pensar em um item que seja multifuncional para a sala de estar, temos o pufe. Ele funciona como assento extra para visitas, apoio para os pés caso o sofá não seja retrátil e, pode ser um apoio para um pote de pipoca quando você está assistindo um filme.


E: Você tem alguma dica para deixar para quem gosta da área ou quer começar a decorar?

P: Para profissionais da área: não se limite a cidade em que você mora, você não precisa atender apenas as pessoas daquela região. Aproveite o alcance das redes sociais e divulgue o seu trabalho, crie conteúdo de valor para atrair pessoas de todo canto do Brasil.


Para quem quer decorar sua própria casa: aproveite o conteúdo disponível gratuitamente nas redes sociais e busque inspirações, é possível você decorar sozinho e ainda ter um lar bonito e aconchegante. Não foque tanto nos problemas e limitações do ambiente, busque soluções, veja como outras pessoas solucionam aquilo e deu certo.

Foto/Reprodução Instagram https://www.instagram.com/pamelaminella/

E aí, gostou? Quer se inspirar nessa pandemia e dar uma mudada na sua casa? Então confere o canal da Pâmela!

https://www.youtube.com/c/PamelaMinella/

73 visualizações